Implantação da nova unidade da Ambev em Ponta Grossa- PR, batizada de Cervejaria Adriática.

 Projeto AMBEV Ponta Grossa - PR

Projeto e construção da Cervejaria Adriática, o maior projeto da Ambev América Latina no estado do Paraná e um dos maiores projetos em todo Brasil, inaugurada em maio de 2013, A unidade de Ponta Grossa tem capacidade para produzir 380 mil hectolitros de bebidas por mês, conta com quatro linhas de produção e, além de Adriática, fabrica as marcas Antarctica, Antarctica Sub Zero, Skol, Original e Brahma Chopp. As cervejas são envasadas em garrafas de vidro retornáveis de 1 litro e de 600 ml e também em latas de 269 e 350 ml.

Projeto de adequação a NR-13 de vasos de pressão da refinaria de Capuava (Recap) – Mauá – SP.

Projeto Refinaria de Capuava – Mauá – SP

Projeto de readequação e atualização dos equipamentos de várias unidades, incluindo laboratórios, SMS, áreas externas e vasos de pressão das unidades de aquecimento de água. Foram realizadas inspeções de segurança periódicas em vários tipos de equipamentos, incluindo: reservatórios de ar comprimido, (pulmão) de compressores em geral, trocadores de calor, unidades de resfriamento “chillers”, evaporadores, condensadores, reatores e tubulações que operam com fluidos de classe A ou B.

Ampliação da unidade de produção da Ambev Cebrasa em Anápolis – Goiás

Projeto Ambev Cebrasa em Anápolis – Goiás

 Projeto de ampliação da fábrica da cervejaria Ambev Anápolis - Goiás, com um investimento de R$ 280 milhões na ampliação, a unidade recebeu uma nova linha de produção e envase, com potencial de 120 mil latas por hora, aumentando sua capacidade produtiva total de cerveja e refrigerante, que saltou de 6 milhões de hectolitros para 8 milhões de hectolitros por ano. Houve ainda a construção de um novo armazém. A fábrica conta com outras seis linhas e abastece os estados de Goiás, Tocantins, Bahia, Pará, Mato Grosso, Minas Gerais e o Distrito Federal.

Projeto de adequação a NR-13 da Usina termoelétrica da baixada Fluminense em Seropédica – RJ.

Projeto Usina Termoelétrica da Baixada Fluminense em Seropédica – RJ

Projeto de adequação a NR-13 dos equipamentos do sistema de vácuo da Usina termoelétrica da Baixada Fluminense em Seropédica, RJ. Em 2016, a UTE BF iniciou a geração em ciclo combinado (a gás e a vapor) com a entrada em operação do seu turbogerador a vapor, adicionando 186 MW a sua capacidade de geração, totalizando 530 MW, energia suficiente para atender 1,7 milhão de habitantes. Com investimento em torno de R$ 1 bilhão, essa obra, em seu pico, gerou 2 mil empregos diretos e 6 mil empregos indiretos.