refinaria 01 

refinaria 02 

refinaria 03 

refinaria 04 

refinaria 05

 

A IVC Inspeções atua também na área de inspeção de vasos de pressão em refinarias de óleo vegetal e produção de biocombustíveis.

As refinarias de óleos vegetais utilizam caldeiras, aquecedores de fluido térmico e dezenas de tipos de vasos de pressão, dentre os quais podemos relacionar os aquecedores, misturadores dinâmicos, filtros de branqueamento,  condensadores, ejetores, secadores, colunas de branqueamento, desaeradores, trocadores de calor tipo casco tubos e tipo placas,  Colunas de destilação, Scrubbers, tanques de destilado, Desaeradores, colunas tocoboost, Reboilers, Tanques de óleo térmico, tanques de óleos refinados, Filtros duplo cesto, filtros de branqueamento, separadores de umidade, aquecedores de fluido térmico, colunas de desodorização, tubulações, sistemas de geração de vácuo, reatores, condensadores barométricos, etc..

Nas refinarias de óleo vegetal existem algumas particularidades com relação a categorização conforme a NR-13, por tratar-se de fluido não considerado inflamável pela norma regulamentadora NR-20, entretanto, nos EUA e União Européia já houveram evoluções nesse sentido. Algumas das maiores empresas do ramo, classificam o óleo de soja conforme a NFPA, (Flammable and Combustible Liquids Code), que foi aprovado pela OSHA, (Safety and Health Administration U), em uma tentativa de remover inconsistências nas definições utilizadas sobre inflamáveis e combustíveis nos Estado Unidos.

A NPFA:30 alterou a definição de "líquido combustível", removendo o limite inferior do ponto de fulgor. que a NR-20 define como 93ºC. Isso foi feito porque os Estados Unidos são signatários do conjunto de regulamentos definidos pelas Nações Unidas e portanto, utiliza as definições da ONU. A NFPA:30, ao contrário da NR-20 não estabelece um limite superior para o ponto de fulgor.

Os biocombustíveis são produzidos à base de plantas energéticas, sendo o biodiesel, fabricado a partir de soja ou de colza, os biocombustíveis podem ser utilizados puros em motores adaptados para o efeito, ou misturados com diesel ou com gasolina. Além de permitirem reduzir a dependência energética em relação aos combustíveis fósseis, os biocombustíveis são produzidos a partir de plantas que absorvem CO2 e permitem a produção de combustíveis que não emitem gases com efeito de estufa, os principais responsáveis pelo aquecimento global.